Welcome to CV BOYS band - Official Site

Switch to desktop Register Login

News

class="gkFeaturedItemTitle" Battle of the Bands

  • Category: Latest News
  • Published: Wednesday, 26 August 2009 00:00
  • Written by CV BOYS band

On Friday May 12th, CV-Boys Band will compete in the Emergenza Music Festival’s battle of the bands, the European and North American Live Festival for Up and coming Bands, to take place at the Paradise Lounge in Boston.

The band went through preliminary rounds in February (at the Middle East Club) and March, battling against several Rock & Roll bands before finally moving to this legendary rock club for the Regional Semifinals.

Founded in 1999, this Boston-based nine-piece band released “Un So Korasaun,” (November 2005) an album now available in record stores such as Best Buy, Circuit City, Sam Goody, Newbury Comics, Virgin Megastore etc…

Born fifteen years ago in Europe from a group of passionate musicians in need of expression, Emergenza has become one of the most prominent musical contests for up and coming bands as far as international dimensions and coordination are concerned. This festival has already organized over 5000 shows and attracted more than 4000 bands from around the world.


CVMusicWorld.com

class="gkFeaturedItemTitle" Um exemplo no palco e na vida

  • Category: Latest News
  • Published: Tuesday, 26 August 2008 15:50
  • Written by Valdir Alves

Era uma vez um grupo de meninos acabados de chegar de Cabo Verde, carregados de sonhos e ilusões que todos nós trazemos da terra que não nos dava muitas oportunidades. O grupo acabou por se envolver em gangs com consequências desastrosas...

A história dos CV Boys podia começar assim, como tem acontecido na última página da história da nossa imigração.

NÃO! Esta não é a história dos CV Boys, um exemplo para a nossa comunidade. O grupo conta com 4 engenheiros: Os irmãos Filipe, Domingos e Filomena e o namorado desta, António da Rosa. Os outros elementos do grupo são igualmente conhecidos profissionais e chefes de família.

Autodidactas da música
Os CV Boys, todos da mesma aldeia nos Mosteiros Fogo, traçaram seu rumo na música e projectaram profissionalmente sua vida fora dos palcos.

Tudo começou com um teclado. Um instrumento mágico, para quem, como muitos meninos da terra começaram improvisando suas baterias e violas de latas, seus clarinetes de caniço etc. Eram três tocando a uma mão, no referido teclado, em casa.

José da Rosa tinha dedos mais grossos e pisava duas teclas ao mesmo tempo. “Empurrou”os outros para outros instrumentos. E assim começou a formação dos CV Boys que, depois de aprenderem sem um mestre, estrearam-se no Liceu Madison Park em Boston onde estudavam.

Un So Korasaun in Store Now

Já lá vão 8 anos e não mais pararam, embora não apareçam muitas vezes nos palcos. Devagar se vai longe é o lema do grupo que chegou a oferecer seus préstimos para animarem as noites do Bar Di Nôs em Brockton e outros centros de lazer da comunidade. Gravar um disco é o sonho de qualquer artista ou conjunto. CV Boys não era excepção. Demorou cerca de 7 anos para que o sonho se concretizasse. Depois de sucessivas negas andando de estúdios em estúdios, apareceu Frantz Rolling que lhes deu um mão. O produtor haitiano que foi homenageado no dia do lançamento do CD no passado dia 19 de Novembro em Brockton.

Djoy Delgado e Grace Évora dos Splash encarregaram-se da mixagem em França e Holanda. Eis que CV Boys lança Un só Korasaun.

O grupo planeia efectuar vários lançamentos em diferentes locais. O líder do conjunto é ambicioso. Filipe sonha com uma tourné mundial e fazer com o grupo venha a viver exclusivamente da música.

Constituição do grupo
Manuel Filipe Gomes - Guitarra
Domingos Gomes - Teclados
José da Rosa - Teclados
António da Rosa - Baixo
Luis Gonçalves - Percussão
Chico Évora - Bateria
Benjamin Alves - Cantor
Mateus Soares - Cantor
Filomena Gomes - Cantora

Os artistas Grace Évora e Dina Medina dos Splash participaram nos coros no tema Menina Bonita. Este artigo foi publicado na edição 20 do Nôs Jornal.

class="gkFeaturedItemTitle" Entreview with Afrowave

  • Category: Latest News
  • Published: Friday, 02 March 2007 20:27
  • Written by Umaro Djau

Na semelhança de milhares de cabo-verdianos, há onze atrás embarcaram-se na árdua tarefa chamada "emigração". Escolheram os Estados Unidos da América. São irmãos, primos e amigos e formam a Banda musical "CV BOYS BAND". Recentemente lançaram o primeiro álbum "Un So Korasaun" depois de muito sacrifício. Mas, hoje a banda vai fazendo "história" nos EUA. Afinal, a música é universal.
AFROWAVE: Olá CV BOYS BAND, bem-vindo à afrowave....
CV BOYS BAND: Olá ... é um prazer enorme estar na afrowave.

AFROWAVE: Nos nossos dias, não se vê muitas pessoas formando bandas musicais. Como surgiu a ideia de constituir uma banda?
CV BOYS BAND: A formação deste grupo foi mesmo engraçado porque quando escolhemos o nome CV Boys Band nenhum elemento do grupo sabia tocar. A nossa intenção era somente preencher o nosso tempo livre porque na altura que chegamos de Cabo Verde em 1995 havia muita violência. Eu e o meu irmão decidimos aprender a tocar para que pudéssemos ficar mais tempo em casa.

AFROWAVE: E onze mais tarde --- lançam o vosso primeiro álbum?
CV BOYS BAND: Já Fizemos o lançamento do nosso primeiro disco nos Estados Unidos e somente agora e que o nosso álbum chegou à Europa e ao Cabo Verde. Isso foi devido à falta de ajudas dos nossos distribuidores e então decidimos fazer todas as distribuições usando os nossos próprios meios. E também eu estou a trabalhar muito para atingirmos alguns mercados que talvez nunca tinham escutado as nossas músicas. O exemplo disso é de termos conseguido colocar as nossas músicas em lojas americanas tal como o Best Buy, Target, Circuit City, iTunes e mais...

AFROWAVE: Muito bem! E quem são os elementos da CV BOYS BAND?
CV BOYS BAND: São Filomena Gomes, Domingos Gomes, Manuel Gomes, Benjamin Alves, Mateus Soares, Luís Gonçalves, António Darosa, José Darosa, e Francisco Évora. Somos uma família bem grande composta de três irmãos (Gomes), dois irmãos (Darosa), um primo (Gonçalves) e os restantes são os nossos melhores amigos.

AFROWAVE: Como surgiu a ideia de lançar este álbum havendo tantas pessoas envolvidas? Foi difícil organizar todas estas pessoas à volta do projecto?
CV BOYS BAND: Não foi tão difícil conseguir ideias para gravar porque os três irmãos moram na mesma casa. O Manuel tinha um estúdio ali e foi lá que criaram tudo, mas por ser o primeiro disco, não sentíamos a confiança de terminar e foi nessa altura em que decidimos procurar um estúdio onde normalmente gravam todos outros cabo-verdianos. Foi ai que começou o problema e foram precisos aproximadamente sete anos para terminar porque todos os estúdios que procurávamos davam-nos desculpas. Mais tarde encontrámos o Frantz que é um Haitiano quem nos ajudou e depois Grace Évora (bateria) e Djoy Delgado (mixagem) ambos do Splash nos ajudaram com a finalização do trabalho.

AFROWAVE: Como se sentem com este primeiro álbum?
CV BOYS BAND: Foi como uma coisa mágica porque todos os dias recebemos reacções positivas sobre a nossa música. Por exemplo, acabámos de assinar um contracto para a distribuição da nossa música em toda a América e noutro dia a nossa música estava a ser tocada em estações das rádios americanas. E mais: recentemente, as nossas canções têm sido escolhidas como o "Track do dia" (canção do dia). Estas são coisas que nem sequer sabemos explicar!

AFROWAVE: Que bom! E onde pensa ir o grupo a partir deste momento --- que objectivos imediatos?
CV BOYS BAND: O nosso objectivo é de tentar ultrapassar as barreiras que existem à volta da nossa música. Muitas vezes já escutei as pessoas a dizer que a nossa música nao vai muito longe. Mas, o CV BOYS Band quer fazer tudo não só para mostrar às pessoas que estão erradas, mas também para abrir caminhos aos outros para que conjuntamente possamos mudar as mentalidades da nossa gente. A título de exemplo, estamos neste momento numa competição de bandas na qual o CV BOYS Band é o único grupo cabo-verdiano no meio de 65 outros grupos, na sua maioria bandas de Rock & Roll. Ultrapassamos as primeiras duas fases e agora estamos na semifinal regional da eliminatória. Isto só para lhe mostrar que a nossa música pode ser apreciada pelos outros.

AFROWAVE: Parabéns por isso! Neste caso, perguntaria quem são as vossas audiências?
CV BOYS BAND: Muito obrigado! As nossas audiências são diversas e até podemos dizer que há mais americanos que sabem da nossa musica que os próprios cabo-verdianos da nossa comunidade!

AFROWAVE: Qual terá sido a razão para tal?
CV BOYS BAND: A razão é que muitas vezes vamos para uma loja cabo-verdiana de músicas e pedimos para colocarem os nossos CDs, posters e outros produtos que servem para a nossa promoção, mas eles nos dão desculpas. Pelo contrário, quando vamos para as lojas americanas eles mostram todo o interesse em nos ajudarem e dão-nos a oportunidade de mostrar que podemos aprender e crescer ao mesmo tempo.

AFROWAVE: É pena que isto esteja a acontecer convosco... mas força e coragem nesta tarefa árdua e magnifica que estão a desenvolver em prol da música de CV e africana ... Para terminar, gostaria que me caracterizasse o tipo de música que a banda pratica. Em suma, como classifica a vossa música?
CV BOYS BAND: Tentamos praticar todos os estilos da música porque só assim teremos uma ideia mais concreta sobre como produzir o nosso estilo próprio. As nossas musicas são uma mixagem do que já temos em Cabo Verde com os estilos baseados em Coladera, Funana e Zouk Love.

AFROWAVE: Desejamos-lhes a melhor sorte na vossa carreira musical e boa sorte na promocao do vosso álbum "Un So Korasaun".
CV BOYS BAND: Muito obrigado a todos vocês em Afrowave por nos dar esta oportunidade de dizer um pouco sobre nós. E Obrigado por serem um dos poucos meios da comunicação social a dar-nos esta oportunidade.

Entrevista e edição: Umaro Djau

class="gkFeaturedItemTitle" CV BOYS CLASSIFICA-SE EM PRIMERIO LUGAR NO FESTIVAL EMERGENZA EM BOSTON

  • Category: Latest News
  • Published: Friday, 02 March 2007 09:55
  • Written by CVOL Staff (http://www.caboverdeonline.com)

O conjunto CV BOYS band classificou-se em primeiro lugar na Edição 2007 do Festival Emergenza que decorreu no passado dia 24 de Fevereiro.

Este agrupamento musical ficou apurado para a fase seguinte com 94 pontos, a 41 pontos do segundo classificado.

Nesta presente edição do referido concurso participaram dez grupos musicais, sendo um na categroia R&B e outros restantes no estilo Rock & Roll.

O Festival Emergenza é uma prova aberta a qualquer grupo musical cuja finalísima será disputada na Alemanha, depois de uma fase em Nova Iorque. O vencedor desse concurso internacional da música será contemplado com cerca de um milhão de dólares para os seus projectos artísticos.

No ano passado, o CV Boys conseguiu ultrapassar três eliminatórias.

O evento tem lugar no Middle East Club em Cambridge-Boston, num histórico palco onde já passaram nomes sonantes da música americana e internacional.

Por: CVOL Staff (http://www.caboverdeonline.com)
Nôs Jornal newspaper

© 2015 CV BOYS band. All rights reserved.
Visit www.OnGuardOnline.gov for social networking safety tips for parents and youth.

Top Desktop version